tsevelelogo

terça-feira, 29 novembro 2022 20:19

Chakalabate, chabalacate, capim-cidreira ou capim-santo: vários nomes, vários benefícios

Chakalabate ou capim cidreira Chakalabate ou capim cidreira

Chakalabate ou capim-cidreira  é uma planta herbácea da família Poaceae, que cresce em regiões tropicais. Cresce num conjunto de rebentos (planta cespitosa), propagando-se por estolhos  (por isso é chamada de estolonífera), os quais apresentam folhas amplexicaules linear-lanceoladas. As suas inflorescências são constituídas por panículas amareladas. É uma planta que forma grandes touceiras e apresenta folhas verdes claras, ásperas, estreitas, longas, cortantes e com um aroma agradável. A folha quando amassada, exala um forte cheiro de limão. O aroma da folha é resultado de um óleo essencial conhecido como essência de lemongrass, que é constituído por uma substância conhecida como citral, que garante a planta sua acção calmante.

Moçambique, graças ao clima tropical  que favorece o seu crescimento, a planta é encontrada por todo o país, variando o nome de região em região ou de província em província. Na província de inhambambane, esta é vulgarmente conhecida como Chakalabate, na cidade e província de Maputo como chabalacate, na cidade da Beira também é chamada de Chabalacate.  .

São vários os nomes tal como o são as suas utilidades. Em conversa com Dionora Amaze, residente na provincia de Sofala e apreciadora de chakalabate, e que por isso possui inúmeras plantas dentro do seu quintal, ela descreve que possui  diversas utilidades como por exemplo, pode ser usada para ajudar no combate de algumas enfermidades, na cozinha para fazer um bom chá, ou até mesmo pode servir para ornamentar o jardim da casa, sendo que a Dionara usa a planta para ornamentar a sua casa, para fazer chá e infusões quando esta sente-se mal.

O chá de chakalabate

Para fazer o chá de chakalabate, Dionora explica que primeiro cortam-se as folhas da planta, que depois são lavadas e de seguida colocadas em água fervente Depois de o chakalabate ferver juntamente com a água por algum tempo, pode-se colocar a água na chávena já com o açúcar (quantidade ao seu gosto) e já está pronto para o consumo. Para além de fazer o chá só com o açúcar, pode-se optar por colocar leite no chá ou limão, mas nunca juntar o leite com limão, pois  o leite fica coagulado e com o sabor não muito agradável ao paladar. “O chá de chabalakate com leite é mais saboroso” contou a nossa entrevistada, que salienta que o chá mais saudável de consumir é o chá só com açúcar pois não leva nenhum químico (é natural).

Outros preferem não esperar a água ferver para adicionar as folhas, simplesmente lavam as folhas e colocam na água para que as mesmas fervam juntamente com a água. Uma outra maneira de fazer o chá de chakalabate é a de ferver a água e coloca-la numa chávena ou num outro recipiente e depois colocar as folhas e deixa-las na água quente a repousar por um tempo para que o sabor das folhas fique na água.

Chakalabate como uma planta medicinal

Em conversa com a nutricionista Cladisse da Rosa, ela explica que na medicina esta planta é usada para preparar infusões a partir de suas folhas, também pode ser usada como calmante, analgésico, para alívio de dores de estômago, dores abdominais, dores de cabeça, bem como em distúrbios digestivos.

A infusão do capim santo é bem simples de preparar, ferve-se água, depois colocam-se as folhas e em seguida tampa-se o recipiente durante alguns minutos para que as folhas possam repousar até que a temperatura da água fique agradável para o consumo, porém pode optar-se por picar as folhas ou cortá-las em pedaços finos e em seguida meter água fervida. Depois de um certo tempo coam-se as folhas e a infusão já está pronta. A nutricionista recomenda que a medida ideal é de 4 folhas de Chakalabate para uma chávena de água.

Escrito por Margarida Amadeu para Tsevele

Anuncie