tsevelelogo

terça-feira, 14 fevereiro 2023 19:53

Xikitsi: o lendário instrumento da canção tradicional Africana

Sementes usadas no fabrico de xikitsi Sementes usadas no fabrico de xikitsi

Demonstração de execução de xikitsi.

Xikitsi é um instrumento musical tradicional, de fabrico artesanal comumente usado em cânticos em igrejas e cerimónias celebrativas. Muito fundamental para acompanhar as canções populares africanas, durante as variadas manifestações culturais, este instrumento musical é igualmente utilizado nas igrejas locais para conferir uma excelente harmonia sonora aos cânticos entoados. Os médicos tradicionais também utilizam xikitsi durante os seus trabalhos de kufemba.

Deu-nos esta explicação, Matsukwani Vilanculo fabricante de xikitsi e residente nas margens da lagoa Manhangui, que também explicou como se constrói este instrumento musical.

Para construir xikitsi, é necessário um tipo de capim chamado por tshongo (com canas mais duras e compridas em relação ao campim normal); corda e tissassani (sementes silvestres avermelhadas com uma parte preta).

De acordo com a nossa fonte, para a construção deste instrumento obtém-se o tshongo e tira-se o seu revestimento ficando apenas a cana. Deixa-se a secar entre quatro a  seis dias. Enquanto a cana de tshongo seca, vai-se à mata reunir tissassani, abundantemente adquiridas nas zonas do litoral.

Preparam-se quatro pequenas tábuas que servirão para limitar o instrumento e assim conferir a forma quadrangular.

Outros três pares de tábuas com a função de prender as duas paredes do instrumento, para a consistência e solidez do mesmo.

Chegado o momento da construção do instrumento, o artesão alinha construindo as paredes de Xikitsi com as canas de tshongo, ao mesmo tempo que coloca primeiro um par de pequenas tábuas ao meio das paredes e amarra tecendo, com recurso a corda previamente preparada.

Posteriormente, procede da mesma maneira, a montagem dos outros dois pares de tábuas, nas extremidades das paredes do instrumento em construção.

De seguida, monta as tábuas de fechamento do instrumento, deixando um lado por onde vai introduzir os tissassani.

Depois de introduzir as sementes, fecha selando assim o instrumento para não permitir a saída das mesmas.

O próximo passo consiste na montagem das pegas. Estas facilitam o usuário de Xikitsi o pleno manuseamento do instrumento.

Finalmente, o artesão pinta a xikitsi, numa combinação das cores que cria um mosaico harmonioso e agradável à visão, finalizou a fonte.

A Xikitsi pode se executar isoladamente ou simultaneamente com outros instrumentos musicais

Pode-se executar a Xikitsi segurando com as duas mãos nas extremidades, com os polegares a complementar e orientar os movimentos de execução.

Enquanto os quatro dedos de ambas as mãos balançam simultaneamente o instrumento, ora para a direita, ora para a esquerda, os polegares criam intervalos sonoros, fazendo o “bit” ou compasso da canção, numa espécie de bateria.

À medida em que o executor balança o instrumento, as sementes nele contidas (tissassani), vibram com os movimentos criando um som super agradável.

E assim, em combinação com os outros instrumentos da orquestra, vai conferindo uma maior e agradável harmonia rítmica à canção.

 

Escrito por Amadeu Quehá para Tsevele

Anuncie