tsevelelogo

terça-feira, 28 março 2023 15:52

Ekeelo ou gaiola: uma arte de caça e símbolo de identidade de um povo

Ekeelo ou gaiola Ekeelo ou gaiola José Alácio

Em Moçambique, a gaiola ou ekeelo, em emakhuwa, faz parte da tradição e cultura de muitas comunidades e toma diferentes nomes a depender da região. No norte do país, onde tivemos a oportunidade de falar com um fabricante deste objecto, mesmo em amakhuwa ostenta diversos nomes. No emakhuwa central, falado pelos povos da Cidade de Nampula e nos distritos arredores (Muecate, Nacaroa, Mecubúri, Meconta, Ribáuè), a gaiola chama-se ekeelo.

Neste artigo, trouxemos o tipo de ekeelo comum, uma armadilha de pássaros de pequeno porte, como os passarinhos chamados em língua emakhuwa atchiri, mathinthi, elili, ephera, ekutete, ekuiyokuiyo, nsiri e khaka. Essa espécie de ekeelo fabrica-se de caniços e bambus. A estrutura da gaiola pode ser simples ou complexa, composta de um a múltiplos andares e com diversos compartimentos. Segundo a nossa fonte, construir ekeelo pode levar mais ou menos três dias.

Segundo o entrevistado Ernesto, ekeelo tem dupla finalidade: de armadilha e de moradia de pássaros, por norma de pequeno porte. O tipo de ave que se pretende armadilhar é que dita o material a ser usado para o fabrico de ekeelo, a forma e o seu tamanho. Os pássaros capturados podem viver nesta gaiola por muito tempo, desde que lhes sejam providenciados alimento (consistindo de mapira e diferentes cereais) e água. As aves presas, quando pequenas, são criadas até crescerem, servem de caril ou então são vendidas.

Tendo em conta o tamanho de cada ekeelo, criam-se de uma a três portas chamadas nivariha, no singular, ou mavarinha, no plural. É nestas portas onde se instala um sistema que impede a fuga dos pássaros assim que estes entram na gaiola. Como isca, espalha-se no interior e à entrada de ekeelo cereais como mapira e outros muito vulgares nas zonas rurais. No acto de caça, alguns pássaros-isca são também introduzidos na gaiola, cujo chilreio serve de atracção para outros passarinhos. 

Segundo o pai Ernesto, a época mais apropriada para o uso desta ferramenta de caça é o Verão, em que a água escasseia. Assim, monta-se ekeelo perto de rios ou lagoas, onde há maior concentração de pássaros que procuram o precioso líquido. Além destes lugares, a gaiola pode ser armada em matas sem árvores grandes, bastando que seja num lugar visível para facilitar o contacto dos passarinhos.

Dizer que a actividade de caçar foi ao longo da história feita por homens, por herança da divisão do trabalho em tempos idos. Segundo a nossa fonte, a caça com ekeelo, em particular, continua a ser feita por homens, principalmente rapazes, como passatempo. No entanto, o pai Ernesto explicou que esta actividade era praticada com bastante frequência há muito tempo.

Escrito por José Alácio Para Tsevele

Anuncie